20 julho 2010

ABISMO


no abismo, lá ao fundo,

bem para além do fim da luz

guardo-me escondida do mundo

neste breu que me seduz

e me deixa livre e nua

nas sombras que pintam a rua...

2 comentários:

Só Eu (Ricardo) disse...

Olá G
Bonita e criteriosa escolha das palavras para formar um texto poético agradavel.
Gosto de passar por aqui.
Beijinhos
Ricardo

G... disse...

RICARDO: passa, que o teu passar tem graça.
Obrigada!
Beijinhos