06 julho 2010

SIM!

Sim!
Grita-me o silêncio!
Sim!
Grita-me a noite!
Sim!
Gritas-me da tua sombra
Quando me bates à porta,
Quando me vestes e sais
Sem nunca saber onde vais.
E eu vestida, de alma nua
Sigo-te porque me fiz tua
À ilharga dos teus passos
No cadeado dos teus braços.
Sim!
Sussurro à noite.
Sim!
Sussurro ao silêncio.
Sim!
Sussurra a minha sombra à tua...

4 comentários:

Maria disse...

Não te grito silêncio nem noite.
Falo-te de amor.
Não te grito roupas nem ruas nem passos.
Falo-te de amor.
Não te grito. Falo-te. E deixo que se cumpra o amor.

Beijo, G.

G... disse...

MARIA:
Fala. De Amor. Sempre.
Beijo

PÉTALA disse...

G
Que no silêncio da noite se oiça em sussurro o teu grito ao AMOR...
Aromas de PÉTALA

G... disse...

PÉTALA:
E que ecoe por todo o universo. Que contagie. E faça sonhar....
Beijo!