03 janeiro 2010

ONDE GUARDAS O SORRISO?
















Onde guardas o sorriso
Quando te apagas à noite,
Quando te cedes, e és tua,
Quando adormeces - é preciso!-
Quando sonhas a tua sorte
Quando te vela só a Lua?

Que é dele -que tanto brilha-
Antes de te tomar o olhar
De te iluminar, dono e senhor,
-Quase ofusca, e maravilha-
Antes mesmo de te partilhar
Como uma dádiva de amor?

Que lhe fazes quando te afogas
Nas esquinas e encruzilhadas
De muitos adeus e até depois,
Em rios de lágrimas sufocadas,
Mas nascidas, mal choradas,
Quando tu já não és dois?

Onde o deixas em repouso
-Como se uma jóia fosse-
Quando és só nostalgia
Quando toda tu és descanso
-Numa lânguida tristeza doce-
De um sorriso sem alegria?

Onde te guardas, no sorriso?

Um comentário:

mariam disse...

G...,

BENVINDA! A este universo tão especial.. o 'blogobairro' :)

Que esta tua presença seja de franca alegria para ti (autora) e para nós, passeantes p'las tuas palavras :)

beijinhos e um sorriso :)
mariam