12 maio 2010

NUVEM













A nuvem sentou-se
No chão imaculado.
Cansada, soltou-se
Do Céu desabado.
Abandonado
Desmontado
Adiado?...
O chão insurgiu-se
De repente molhado:
Que a núvem se fosse
Sentar noutro lado!
Zangado?
Ferido?
Perdido?
A núvem ergueu-se
Gotas lançadas ao ar!
Na subida, lembrou-se
Que o sol a fez brilhar.
E desfez-se em chuva
Nos olhos de alguém.....


12 Maio 2010

6 comentários:

cristal disse...

G...

Corajosa essa nuvem!

Que se liberta do céu, procurando chão...
E fiquei a vê-la viajar...rumo ao sol...
Depois...
Encontrou num olhar...um abrigo para morar!

LINDO, LINDO!!

AMEI!!!

Beijinho a ti.

G... disse...

CRISTAL: Obrigada, amiga.
É uma nuvem triste... mas corajosa, certamente, como dizes!
Beijo muito grande

Maria disse...

Parece que a nuvem me persegue há uma semana...
... por isso vim para a frente do mar. respirar!

Um beijo.

G... disse...

MARIA:
Posso ficar aí, quietinha, ao pé do mar?
A nuvem também não me quer deixar respirar...

Beijo

PÉTALA disse...

G
Nuvens
São novelos de giz que riscam a folha azulada de céu...
Que força tem a tua nuvem...!

Aromas de
PÉTALA

G... disse...

Pétala:
Obrigada!
Beijinho