25 abril 2010

IMPERFEITO


imPERFEITO

que está feito

este amor

nesta vontade

imPERFEITO

neste leito

oferecido

à saudade

imPERFEITO

e no peito

jazem restos

de curiosidade

imPERFEITO

já desfeito

és só meu

na eternidade.



26 abril 2010

2 comentários:

OUTONO disse...

Desculpa...o amor não morre...o amor nunca morre...quando muito, morre a vontade de amar...

Traços largos...estes perfeitos dizeres de imperfeitos sentires...sensíveis...

E a âncora....digo eu...é muito melhor que a bóia de salvação...

Não ligues...disparates...deste "cota", capaz de ir ao fim do mundo por uma pétala de amor...

Não ligues....pensamentos deste coração, que já beijou o fundo do mar...e naufragou no deserto...

Não ligues...vozes de um "exagerado"...que ainda acredita ...que o céu faz parte do horizonte....à distância de um olhar...

Não ligues...

G... disse...

OUTONO: OBRIGADA!
Beijinho doce